Bastidores

Na Paraiba, Rodrigo Maia apresenta proposta de ‘centro’

16 de março de 2018 às 11h27
Rodrigo Maia durante entrevista coletiva, em João Pessoa; uma proposta de centro

O presidente da Câmara dos Deputados e pré-candidato a Presidência da República, Rodrigo Maia (DEM), defendeu, durante coletiva em João Pessoa, nesta sexta-feira (16), fim do jogo político feito pela maioria dos parlamentares. Segundo ele, o interesse da população precisa ter prioridade, ao invés das disputas de poderes. Maia defende liberdade para reconhecer méritos de governos passados, mas apontando uma proposta de futuro, sem compromisso de defesa de legado da gestão Michel Temer.

“Às vezes a gente sabe da importância e urgência de um projeto e a gente vota ccontra apenas porque tem que ficar contra o Governo. Acho que isso é o que tem de mais necessário nesse ciclo da nova república que acaba. É a necessidade da gente ter coragem de, representando a sociedade, entender que aquilo que tiver consenso, não tem que ficar em debate de obstrução apenas por não apoiar governo”, analisa.

Para Rodrigo Maia, o debate entre os partidos é fundamental para o desenvolvimento do Brasil. Segundo o parlamentar, a ‘fórmula anterior’ de fazer política no Brasil foi responsável pelo situação atual do país. “A gente precisa acabar com isso”, afirma. Ele também pontuou a necessidade da qualidade na educação para crianças e adolescentes.

MaisPB

Comentários

Vídeo

Entrevista: Conselho traça ‘guia econômico’ para candidatos ao Governo


Em bom português

Dona Candinha mandou um torpedo para Neymar, na Rússia!

"Meu filho, menos cabelo e mais futebol!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Os candidatos deram uma trégua na Copa ou a Copa deu uma trégua para eles?
NÚMERO

R$ 1 bilhão

Recursos para o Fundo Nacional de Seguranca, a ser retirado do Fies, segundo números da Folha de São Paulo, posteriormente negados pelo Governo Federal.