Bastidores

Autismo na Paraíba: OAB e MP se engajam na luta por direitos

13 de março de 2018 às 11h20
Bruno Cunha Lima é autor de Lei que fortaleceu luta autista na Paraíba

A causa autista ganhou novos parceiros esta semana. A OAB e o Ministério Público vão se engajar por políticas públicas e fiscalização do cumprimento das leis voltadas para os autistas. O deputado Bruno Cunha Lima (PSDB), autor da lei que obriga sinalização de atendimento prioritário para portadores, participou da interlocução.

“Estima-se que uma a cada 78 crianças têm autismo no Brasil. Temos um público grande e precisamos assegurar que essas pessoas sejam incluídas e que tenham tratamento adequado por parte do Estado”, disse.

O deputado lembrou que, segundo estimativas, existam dois milhões de autistas no Brasil e as previsões mais grávidas dão conta de que em 2030 a cada dois ou três nascidos, um será autista, ou seja, de 30% a 50% das crianças terão algum grau de autismo.

“Precisamos ter uma sociedade e um poder público preparado para receber essas pessoas, pois elas não podem ser excluídas da sociedade”, defendeu.  A Organização Mundial da Saúde, OMS, calcula que o autismo afeta uma em cada 160 crianças no mundo.

Guardiões do Direito, MP e OAB têm papel importante a cumprir em defesa de uma comunidade vítima – todos os dias – de direitos relegados.

Vídeo

Entrevista: Conselho traça ‘guia econômico’ para candidatos ao Governo


Atualizando

Dona Candinha disse que a fábrica Óleo de Peroba vai trocar a tradicional figura do índio pela imagem de outra personalidade brasileira:

"Favreto!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
É possível que cada uma das chapas só lancem um senador na eleição da Paraíba?
NÚMERO

11.154/2018

Número da Lei de autoria do deputado Jutahy Meneses (PRB), promulgada hoje na Paraíba, que obriga estabelecimentos comerciais a divulgar a Central de Atendimento à Mulher (Disque 180) e o Serviço de Denúncia de Violações aos Direitos Humanos (Disque 100).