Bastidores

Arquivadas denúncias de exploração sexual contra Dom Aldo

13 de novembro de 2017 às 10h08
Ministério Público da Paraíba

O Conselho Superior do Ministério Público arquivou procedimento investigatório criminal que apurava denúncia relativa a crimes sexuais praticados por padres de João Pessoa e pelo então arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagotto. A decisão ocorreu por unanimidade durante a sessão da última quinta-feira (09)

Os religiosos eram acusados de manter relações sexuais com menores de 14 anos. Conforme os autos, as denúncias não foram comprovadas, o que motivou o seu arquivamento.

Em entrevista ao Portal MaisPB, o relator do processo no CSMP, procurador Francisco Sagres, explicou que o arquivamento se deu em virtude da ausência de hipótese criminosa e da prescrição dos fatos, em alguns casos.

Vídeo

Vídeo-opinião: mortes no MST, violência no palanque


Solução Chevrolet

Dona Candinha acha que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, deve mudar o ministro da Casa Civil:

"Troca Onyx por Prisma!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Ricardo Coutinho ocupará algum cargo, oficialmente, no futuro governo de João Azevedo?
NÚMERO

628 mil

Contribuintes que caíram na malha fina no Imposto de Renda 2018, segundo a Receita Federal.