Bastidores

Arquivadas denúncias de exploração sexual contra Dom Aldo

13 de novembro de 2017 às 10h08
Ministério Público da Paraíba

O Conselho Superior do Ministério Público arquivou procedimento investigatório criminal que apurava denúncia relativa a crimes sexuais praticados por padres de João Pessoa e pelo então arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagotto. A decisão ocorreu por unanimidade durante a sessão da última quinta-feira (09)

Os religiosos eram acusados de manter relações sexuais com menores de 14 anos. Conforme os autos, as denúncias não foram comprovadas, o que motivou o seu arquivamento.

Em entrevista ao Portal MaisPB, o relator do processo no CSMP, procurador Francisco Sagres, explicou que o arquivamento se deu em virtude da ausência de hipótese criminosa e da prescrição dos fatos, em alguns casos.

Comentários

Vídeo

Vídeo: o que motiva Maranhão a manter a candidatura


Consolo

Dona Candinha ligou para o Blog para revelar o primeiro pedido de Garotinho ao chegar pela segunda vez na cadeia.

"Uma chupeta!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Prestes a ser aposentado por impopularidade, Temer conseguirá aprovar a Reforma da Previdência?
NÚMERO

69%

Jornalistas latino-americanos que desconfiam de empresas estatais, conforme dados do Instituto Ipsos.