Bastidores

Vídeo: degravação isenta Ruy; ex-deputado só é citado sobre eleição 2018

27 de outubro de 2017 às 09h28
Ruy Carneiro, presidente estadual do PSDB

Na degravação completa do polêmico vídeo de Bayeux, a que o Blog teve acesso, o nome do presidente estadual do PSDB, Ruy Carneiro, aparece exatas dez vezes na conversa.

Todas, entretanto, referentes a discussão sobre candidatura e articulação do grupo político local para as eleições de 2018. Nenhuma menção à participação do ex-deputado federal em suposta trama para derrubar o prefeito Berg Lima ou para arrecadar recursos que servissem para potencializar os efeitos de denúncia.

O que leva a crer que o material editado pelo empresário inseriu maliciosamente trecho que cita o tucano no meio da conversa referente a arrecadação de recursos.

Ruy é citado da página 35 a 38.

Confira:

O SENHOR VICE-PREFEITO DE BAYEUX (LUÍZ ANTÔNIO ALVINO):
– Eu estava até conversando com o pessoal e disse: “olhe, se acontecer se Wilson for candidato”, se acontecer, porque vai tramitar não é. Dele ser candidato, para poder enfrentar uma história e tal, o querer indicar uma pessoa, eu vou botar um candidato meu, que me represente mesmo, que eu olhe para o candidato assim, “para mim é Luiz”, para poder ter mais voto do que ele. Não é que eu queria não, que eu não tenho essa requisição não, está entendendo? Mas, se for, é para terminar de enterrar. Porque para mim Estadual do jeito que vai Bayeux vai ter quinze candidatos, Inaldo é candidato, eu disse ontem: “eu também sou Inaldo candidato”, se a gente conversar aqui, “quer quanto”? não to falando de dinheiro não “pô”. To falando de composição política. É outra coisa. O caba quer falar tudo sempre em dinheiro, dinheiro, dinheiro e nada, nem tudo é dinheiro na política. É composição, e aí ele disse: “não, olhe o candidato Federal já foi”. Existe um caminho aqui oh, não é. Nós temos um caminho aqui, tu vai? Aí ele: “depende de Rui, quanto né?”, aí eu disse, não meu amigo, mas tem um apoio do Vice-Prefeito aqui, tu quer discutir financeiro com Rui? A gente vai discutir sim, custo de campanha, carro de som… (intervenção)
O SENHOR EX- SECRETÁRIO MUNICIPAL DE BAYEUX (RAMON ACIOLY):
– Legenda que ele tinha que vim no mínimo para um coligado.
O SENHOR VICE-PREFEITO DE BAYEUX (LUÍZ ANTÔNIO ALVINO):
– É, material, tal, a gente ia discutir isso aí, mas dinheiro? Ou seja, o caba tá querendo o nome para se prevalecer lá na frente e ainda quer dinheiro, tu tá entendendo? Teve 2000 voto, para Deputado vai ter o que? 2000? Quanto é que vale 2000 voto coligado? Aí Rui já tem um Vice-Prefeito já, já tem… se tu ver a quantidade de gente meu amigo, que ele não tinha divulgado isso ainda, só começou a divulgar… começou a bater o pessoal na minha porta… (intervenção)
O SENHOR EX- SECRETÁRIO MUNICIPAL DE BAYEUX (RAMON ACIOLY):
– Tu tocou no assunto, eu lembrei. Eu tenho um negócio interessante para Rui, extremamente interessante, principalmente porque é dentro de Bayeux. Hoje existe um grupo, você sabe, estou indo para a reunião daqui a pouco, ‘mano’, o que tem de serviço prestado no Mário Andreaza.
O SENHOR VICE-PREFEITO DE BAYEUX (LUÍZ ANTÔNIO ALVINO):
– Tem.
O SENHOR EX- SECRETÁRIO MUNICIPAL DE BAYEUX (RAMON ACIOLY):
– Tu viu lá naquele dia do evento.
O SENHOR VICE-PREFEITO DE BAYEUX (LUÍZ ANTÔNIO ALVINO):
– Tem, tem.
O SENHOR EX- SECRETÁRIO MUNICIPAL DE BAYEUX (RAMON ACIOLY):
– O que a gente tem. Tem Mano, tem Ramon, Mano se você for desmembrar, você vai encontrar Soraia, Zades, o pessoal dele da Prefeitura, eu tenho a organização montada e semi-montada. Aí tem Carlos Souza, que já tá fora da política, não tem tanto peso, mas tem, não deixa de ser o irmão de J. Junior. Luan vem.
O SENHOR VICE-PREFEITO DE BAYEUX (LUÍZ ANTÔNIO ALVINO):
– Deixa eu lhe dizer, oh, com isso aqui, o negócio vai ser grande, eu disse a Rui… até o tio de Berg que foi candidato a vereador, Carlos, me chamou para almoçar ontem, fui almoçar com ele ontem, provavelmente ele não sabe no que tá tramitando. Disse olhe: “quero votar em você para Estadual e votar em Rui para Federal”, disse: “como é que é o negócio”? “não, não quero nada”. Meu filho trabalha como engenheiro e lá na frente eu quero só que Rui arrume uma vaguinha para ele em Santa Rita.
O SENHOR EX- SECRETÁRIO MUNICIPAL DE BAYEUX (RAMON ACIOLY):
– Para Jerson.
O SENHOR VICE-PREFEITO DE BAYEUX (LUÍZ ANTÔNIO ALVINO):
– Não, Mateus, ele só tem um Mateus lá na gestão. Carlos, sabe quem é Carlos não sabe?
O SENHOR EX- SECRETÁRIO MUNICIPAL DE BAYEUX (RAMON ACIOLY):
– Sei. Tá “puto” com Berg.
O SENHOR VICE-PREFEITO DE BAYEUX (LUÍZ ANTÔNIO ALVINO):
– Eu disse: “mas com é que é o negócio”? “Não aí vem eu, vem Marco, vem não sei quem, não sei quem”. Vai todo mundo, Jerson. Aí eu disse, mas Jerson está com o filho lá na gestão. “Não, mas aí a gente abandona esse negócio lá. A gente não quer isso não, a gente abandona”. Eu disse: quem é o vereador aqui é Jerson ou é você:? Ele disse: “rapaz, eu sou candidato agora da família, se Jerson não quiser vir, mas o restante aqui tudinho aqui vem comigo”. Ele é o comandante ele.
O SENHOR EX- SECRETÁRIO MUNICIPAL DE BAYEUX (RAMON ACIOLY):
– E o que foi que nós delimitamos, que nesse grupo provavelmente nós teremos um candidato que represente, eu abri mão de 2018.
O SENHOR VICE-PREFEITO DE BAYEUX (LUÍZ ANTÔNIO ALVINO):
– Melhor coisa que você fez.
O SENHOR EX- SECRETÁRIO MUNICIPAL DE BAYEUX (RAMON ACIOLY):
– 95% eu abri mão de 2018 e esse grupo está procurando…(intervenção)
O SENHOR VICE-PREFEITO DE BAYEUX (LUÍZ ANTÔNIO ALVINO):
– Aqui não tem nenhum candidato. Nenhum que possa ter voto suficiente para ganhar a eleição.
O SENHOR EX- SECRETÁRIO MUNICIPAL DE BAYEUX (RAMON ACIOLY):
– Eu ainda voto em Mano. Ele está se balançando, se bem que é um candidato nanico. Ele vai ser candidato dos seus estourando três mil votos, três mil e quinhentos votos.
O SENHOR VICE-PREFEITO DE BAYEUX (LUÍZ ANTÔNIO ALVINO):
– Pode ser mais. Mas, hoje, talvez não dê nem isso.
O SENHOR EX- SECRETÁRIO MUNICIPAL DE BAYEUX (RAMON ACIOLY):
– Então esse grupo trabalhando, antes de ontem nós fizemos planos de três mil e quinhentos votos. Três mil e quinhentos votos para Rui Carneiro não é interessante não?
O SENHOR VICE-PREFEITO DE BAYEUX (LUÍZ ANTÔNIO ALVINO):
– Muito. A gente vai dar a Rui seis mil votos. Com todo esse pessoal aí junto. Tu tá entendendo, agora, aqui, já disse a Rui, hoje já eu disse a ele que falei de Carlos né, disse: “oh, Carlos tal, tal, o negócio está grande”, mesmo se eu fosse candidato, você imagina, você quer o apoio da família e de Berg.
O SENHOR EX- SECRETÁRIO MUNICIPAL DE BAYEUX (RAMON ACIOLY):
– É, para você era muito bom.

Vídeo

Vídeo-opinião: apesar de tudo, a esperança dos jovens não morreu


Aprendeu

Ao ver a última pesquisa, Dona Candinha disse que Marina Silva está igual a Neymar:

"Só cai!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Maranhão segura até o fim do primeiro turno à força das estruturas políticas dos adversários?
NÚMERO

R$ 700 mil

Valor do sequestro determinado pelo Tribunal de Justiça nas contas de nove municípios da Paraíba.