Opinião

Um trunfo pró-Ricardo em 2018

14 de outubro de 2017 às 08h52 Por Heron Cid
No jogo de 2018. o governo tem uma carta na manga

Pela primeira vez, em 2018, o governador Ricardo Coutinho será testado como cabo eleitoral de seu próprio governo.

Explico. Na eleição vindoura, Coutinho vai pedir votos para o seu candidato, ou candidata, à sucessão, diretamente.

Em 2012 e 2016, em João Pessoa, a participação foi transversal. Ele no Governo do Estado reivindicava votos para a Prefeitura que já não governava e há certo tempo. E os resultados, como se sabe, entraram na cota de insucessos.

Dessa vez é diferente. O governador estará defendendo a continuidade real do seu projeto administrativo, em pleno curso. O que guarda apelo mais forte, em tese. E com um detalhe: tendo o que mostrar.

Especialmente em João Pessoa, onde já está desenhado o iminente embate com Luciano Cartaxo, potencial adversário do Jardim Girassol, cidade em que será travado um capítulo à parte.

O PSB parte com importante arsenal de obras para ilustrar seu pedido de votos e contraponto político ao projeto rival. Vila Olímpica, Centro de Convenções, Trevo das Mangabeiras e Viaduto do Geisel são exemplos concretos.

Intervenções urbanísticas que a cidade reconhece e nem os adversários podem contestar. Inclusive Luciano.

Vídeo

Vídeo-opinião: apesar de tudo, a esperança dos jovens não morreu


Aprendeu

Ao ver a última pesquisa, Dona Candinha disse que Marina Silva está igual a Neymar:

"Só cai!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Maranhão segura até o fim do primeiro turno à força das estruturas políticas dos adversários?
NÚMERO

R$ 700 mil

Valor do sequestro determinado pelo Tribunal de Justiça nas contas de nove municípios da Paraíba.