Bastidores

Na contramão da mídia digital

25 de março de 2017 às 12h38
A jovem agência Sala 10 foi a responsável por um conceito velho e superado

A Associação de Mídia Digital (Amidi) – que congrega os principais sites, portais e blogs da Paraíba – viu como completamente equivocada e infeliz a abordagem concebida pela agência Sala 10, de Vitor Paiva, no anúncio do cliente Correio da Paraíba, objeto de análise e contraponto aqui do Blog.

A campanha assinada pela agência também foi recebida com surpresa, estranheza e críticas pelo universo publicitário paraibano.

O conceito repercutiu mal até além dos limites do Estado. Jornalista pernambucano, consultor de agências inclusive da Paraíba, comentou com o Blog: “A inteligência deve ser ‘persona non grata’ deste foco da campanha”.

“Quem produziu esse material deveria indenizar o Correio”, verbalizou em contato com o Blog experiente publicitário paraibano, para quem o anúncio ignora a tendência até dos jornais impressos em todo o Brasil.

Sobre a expressão “não é nada contra o digital”, ele sentenciou: “É tudo completamente contra o meio digital”. Aliás, meio que a própria agência atua como gestora de redes sociais.

Dos publicitários que acionaram o Blog, todos são unânimes. Independente do briefing, cabe a quem executa discernimento e ponderação.

Em resumo, a Sala 10 não apenas ignorou a lógica do mercado e do novo comportamento humano. Atentou contra o bom senso.

Vídeo

Vídeoentrevista: Jeová precisou vencer câncer, antes de ganhar eleição


Causas impossíveis

Dona Candinha não se aguentou ao ler a carta de Fernando Haddad “ao povo de Deus”:

"Só faltou fazer uma promessa a Santo Expedito!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Com o apoio contundente de Ricardo Coutinho e aliados do Governo, a votação de Haddad aumenta ou cai na Paraíba?
NÚMERO

R$ 6,7 milhões

Valores de recursos aprovados pelo BNDES para projetos de recargas de veículos elétricos.