Bastidores

IstoÉ traz denúncia de ‘patrocínio’ do Estado a evento de Lula/Dilma

25 de março de 2017 às 12h08

Depois do procedimento formal aberto pelo procurador regional eleitoral da Paraíba para investigar campanha antecipada e indícios de uso da estrutura do Governo do Estado na logística do ato político em favor dos ex-presidentes Lula e Dilma, agora a Revista IstoÉ dedica suas páginas ao tema.

A publicação levanta pontos de ligações entre a estrutura usada no evento e o poder público estadual. Entre as “coincidências”, servidores comissionados do Governo em pleno trabalho no palanque e reconhecido e requisitado fornecedor o Estado que disponibilizou som e tendas para a manifestação de Monteiro.

As suspeitas começaram depois da entrevista concedida pelo presidente estadual do PT, Charliton Machado, aqui no Blog, quando o petista admitiu que o governador Ricardo Coutinho assumiria pessoalmente parte da logística do manifesto, a exemplo do Cerimonial.

De lá para cá, as evidências só aumentaram, apesar do esforço para constrangimento de todos quanto abordaram o tema em espaços jornalísticos locais. Posteriormente, blogs e sites nacionais passaram a noticiar o caso.

Com a entrada do Ministério Público Eleitoral, o que era notícia virou investigação formal. O que torna um pouco mais delicada a tarefa de alguns procuradores – oficiais e extra-oficiais – escalados para a defesa.

Vídeo

Vídeo-opinião: mortes no MST, violência no palanque


Solução Chevrolet

Dona Candinha acha que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, deve mudar o ministro da Casa Civil:

"Troca Onyx por Prisma!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Ricardo Coutinho ocupará algum cargo, oficialmente, no futuro governo de João Azevedo?
NÚMERO

628 mil

Contribuintes que caíram na malha fina no Imposto de Renda 2018, segundo a Receita Federal.