Bastidores

TSE: Herman fecha relatório prévio da ação que pode cassar Temer

23 de março de 2017 às 12h33

O ministro Herman Benjamin, natural de Catolé do Rocha (PB) cumpriu um passo importante para agilizar o julgamento da investigação sobre irregularidades financeiras praticadas pela campanha presidencial PT/PMDB, em 2014, do qual é relator.

Segundo revelou ao Estadão, Herman encaminhou aos seus colegas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um relatório parcial do processo. Assim, a corte se informa antecipadamente das provas, depoimentos e acusações que constam nos autos do processo.

“O relatório tem de descrever o mínimo para que os meus colegas tenham os elementos de convencimento inicial. É um mapa da mina”, disse o ministro.

Com a providência, o paraibano dá aos seus colegas a oportunidade de conhecer profundamente o processo antes da votação. Só assim ninguém terá dúvidas e nem precisará pedir vistas.

Vídeo

Vídeo-opinião: Marina, a única que ameaça ascensão de Bolsonaro


Saúde

Para Dona Candinha, depois da coletiva de hoje, a relação do senador José Maranhão com o Governo adoeceu:

"Foi para a UTI!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
João Azevedo e Lucélio Cartaxo se aguentam até quando sem nenhuma alfinetada em José Maranhão?
NÚMERO

48,9

Patamar de confiança da micro e pequena empresa que cresceu, mas segue em baixo patamar, apontam CNDL/SPC Brasil.