Bastidores

TSE: Herman fecha relatório prévio da ação que pode cassar Temer

23 de Março de 2017 às 12h33

O ministro Herman Benjamin, natural de Catolé do Rocha (PB) cumpriu um passo importante para agilizar o julgamento da investigação sobre irregularidades financeiras praticadas pela campanha presidencial PT/PMDB, em 2014, do qual é relator.

Segundo revelou ao Estadão, Herman encaminhou aos seus colegas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um relatório parcial do processo. Assim, a corte se informa antecipadamente das provas, depoimentos e acusações que constam nos autos do processo.

“O relatório tem de descrever o mínimo para que os meus colegas tenham os elementos de convencimento inicial. É um mapa da mina”, disse o ministro.

Com a providência, o paraibano dá aos seus colegas a oportunidade de conhecer profundamente o processo antes da votação. Só assim ninguém terá dúvidas e nem precisará pedir vistas.

Comentários

Vídeo

Video: O Sertão voando mais alto


Fama

Estupefata com o novo vídeo em que Berg Lima aparece recebendo parcela de propina, Dona Candinha – mesmo de férias – não se aguentou:

"É um artista mesmo!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
A candidatura de João Azevedo passará da quarta-feira de carnaval com fogo ou com cinzas?
NÚMERO

162

Quantidade de condutores que foram detidos pela PRF em 2017 na PB por misturar álcool e direção