Bastidores

TSE: Herman fecha relatório prévio da ação que pode cassar Temer

23 de março de 2017 às 12h33

O ministro Herman Benjamin, natural de Catolé do Rocha (PB) cumpriu um passo importante para agilizar o julgamento da investigação sobre irregularidades financeiras praticadas pela campanha presidencial PT/PMDB, em 2014, do qual é relator.

Segundo revelou ao Estadão, Herman encaminhou aos seus colegas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um relatório parcial do processo. Assim, a corte se informa antecipadamente das provas, depoimentos e acusações que constam nos autos do processo.

“O relatório tem de descrever o mínimo para que os meus colegas tenham os elementos de convencimento inicial. É um mapa da mina”, disse o ministro.

Com a providência, o paraibano dá aos seus colegas a oportunidade de conhecer profundamente o processo antes da votação. Só assim ninguém terá dúvidas e nem precisará pedir vistas.

Vídeo

Vídeo: a dívida de Luciano Cartaxo com a Cultura em João Pessoa


Até que enfim…

Dona Candinha ao saber que o PT vai fazer cotinha para bancar nova caravana de Lula:

"Já estava na hora de gastar do próprio bolso!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Quando João Azevedo, ungido do PSB, volta ao front?
NÚMEROS

241 mil

Famílias incluídas no Bolsa Família, no mês de outubro, o que zerou a fila de espera, segundo o Governo Federal.