Opinião

Calor de Monteiro deu a Ricardo um lugar ao sol na cena nacional

21 de março de 2017 às 11h05 Por Heron Cid
Governador da Paraíba ganha crédito para estorno num futuro breve

O evento em torno do ex-presidente Lula da Silva, em Monteiro, foi um sucesso de público e repercussão pelo carisma da sua estrela maior. Ponto.

Entretanto, o volume do ato em favor do ex-presidente também se deve ao empenho, articulação e a liderança do governador Ricardo Coutinho.

O saldo de domingo teve sua simbologia externa para Lula, mas deixou um ganho significativo de imagem para o socialista paraibano.

Ricardo, definitivamente, escala novo degrau na conjuntura nacional e, especialmente, no conjunto de forças do segmento dos partidos ditos da esquerda brasileira.

Anfitrião do evento de Monteiro, Ricardo chamou a atenção para si com um recado forte: o de quem – nesse instante de grave dificuldade financeiras de todos os Estados – tem coragem de fazer oposição aberta ao Governo Temer.

Até no fato de ser acossado pela imprensa nacional como patrono financeiro do ato soma a favor de Ricardo. Bem ou mal, a mídia de Brasília enxergou seu papel no movimento de desagravo a Lula.

De uma vez por todas, Coutinho demarcou território, acariciou o ego das esquerdas do Brasil e ganhou um crédito de gratidão direto com Lula. Isso pode render estorno em breve futuro.

Comentários

Vídeo

Entrevista: Conselho traça ‘guia econômico’ para candidatos ao Governo


Em bom português

Dona Candinha mandou um torpedo para Neymar, na Rússia!

"Meu filho, menos cabelo e mais futebol!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Os candidatos deram uma trégua na Copa ou a Copa deu uma trégua para eles?
NÚMERO

R$ 1 bilhão

Recursos para o Fundo Nacional de Seguranca, a ser retirado do Fies, segundo números da Folha de São Paulo, posteriormente negados pelo Governo Federal.