Bastidores

Efraim Filho: briga por paternidade é a “velha política”

18 de março de 2017 às 12h45

“Essa briga pela paternidade das obras públicas é a “Velha Política”: Arcaica, obsoleta, é alimentada pela militância de ambos os lados, que não conseguem perceber que a sociedade rechaça esse tipo de disputa”. O desabafo é do deputado federal Efraim Filho (DEM) e tem endereço certo: o PT e aliados na Paraíba.
“A ninguém é desconhecido que a obra iniciou no Governo Lula, passou por Dilma e foi concluída no Governo Temer. Mas o dono da obra é o povo”, disse o democrata.
Um discurso semelhante ao do senador Cássio Cunha Lima e, consequentemente, divergente do tom adotado pelo PSB da Paraíba.

Comentários

Vídeo

Entrevista: Conselho traça ‘guia econômico’ para candidatos ao Governo


Em bom português

Dona Candinha mandou um torpedo para Neymar, na Rússia!

"Meu filho, menos cabelo e mais futebol!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Os candidatos deram uma trégua na Copa ou a Copa deu uma trégua para eles?
NÚMERO

R$ 1 bilhão

Recursos para o Fundo Nacional de Seguranca, a ser retirado do Fies, segundo números da Folha de São Paulo, posteriormente negados pelo Governo Federal.