Bastidores

Brincadeira de criança

9 de março de 2017 às 10h16

Se virar jurisprudência a imaturidade da oposição da Câmara de João Pessoa, que saiu do plenário por não reconhecer o cargo de um membro da Mesa (Lucas de Brito-vice-presidente) porque este aderiu, a coisa ficará ruim nos parlamentos onde as correntes mudam frequentemente. Quem confessou a motivação da desocupação ocorrida ontem foi o novato Léo Bezerra (PSB). Se a regra tivesse efeito retroativo, na Assembleia, por exemplo, o deputado Hervázio Bezerra (PSB), votado no palanque de Maranhão em 2010, seria boicotado pela bancada de Ricardo, da qual virou líder depois de uma adesão. Ou metade da atual Mesa da Assembleia, cujos integrantes trocaram de lado depois de 2014, não poderia nem ser ouvida.

Vídeo

Vídeo: Guarda Militar, polêmica pra lá de temporária 


Seca

Dona Candinha sobre a novela do fim do racionamento em Campina Grande:

"O Governo quer acabar o racionamento, mas continua deixando os aliados com sede!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
O Brasil precisa de reforma política ou de reforma dos políticos?
NÚMEROS

154º

Posição do Brasil no ranking mundial de participação das mulheres no Parlamento, segundo a ONU.